NOTÍCIAS

“Vingadores, avante!” nos quadrinhos a origem é diferente!

Opa! Hey, pessoal! Tranquilos?! Bom, me chamo John Baum e como podem ver, sou um dos novos integrantes da equipe Versão Dublada. Encontrarei vocês aqui toda segunda-feira para falarmos sobre duas coisas que amo muito e sei que vocês também, quadrinhos e a dublagem brasileira.

Pode se dizer que as HQ’s são a minha paixão suprema desde que me considero um Homo sapiens sapiens. O sentimento de querer compartilhar esse amor e mostrar esse universo lindo para os outros só me inspirou a ler e procurar mais e, até a criar uma página no Instagram, a Nerdicionário

Toda essa paixão começou com gibis da Turma da Mônica quando eu era bem pequeno. Meus pais perceberam que eu tinha gostado e como leitura é sempre algo bom, eles só compravam mais e mais quadrinhos, aleatórios é claro, já que eu não conheciam nada sobre, haha. Lembro até hoje que Aquaman foi a minha porta de entrada para as HQs da DC e os X-Men para as da Marvel, eles que me apresentaram os Vingadores, outro grupo que me prendeu muito naquela época. 

Quando completei 8 anos de idade o filme Homem de Ferro lançava e eu já sabia que o grupo que eu tanto li estava começando a se formar. Em 2014 o filme dos Vingadores lançou, eu o assisti e foi aí que eu percebi o quão bom era ser nerd e ler HQs, sinto os arrepios até hoje. Muitos filmes se passaram e muitas sensações também, mas nada se compara ao que eu senti no último filme da franquia, Vingadores: Ultimato.

Apesar do meu preferido ser o primeiro, The Avengers: Os Vingadores, e eu achar Vingadores: Guerra Infinita melhor, Vingadores: Ultimato me surpreendeu bastante no aspecto fidelidade e fã service. O filme realmente foi um presente tanto para os fãs dos quadrinhos, tanto para os fãs do próprio MCU. Por coincidência, minha cena preferida e a de muitos é com certeza o Capitão América erguendo o Mjölnir e dizendo “Vingadores, Avante” na voz do maravilhoso Duda Espinoza. A primeira vez que vi essa cena foi no cinema e minha reação foi automaticamente me levantar e gritar, o único jeito de expressar tudo o que eu senti naquela hora. 

“Vingadores, Avante”  cena do filme Vingadores: Ultimato.

A famosa frase que deu um baita arrepio em todos nas salas de cinema e fez muitos gritarem de emoção teve uma origem diferente nos quadrinhos. Apesar de muitos personagens já terem dito a fatídica frase nas HQs, quem veio com a expressão não foi o Capitão América, mas sim o Thor.

Vingadores, 10ª edição (1963)

O deus do trovão soltou essa na 10ª edição da HQ dos Vingadores de 1963 quando o grupo estava em batalha com alguns vilões do próprio deus de Asgard. Obviamente, aquilo incentivou os membros do grupo e os deixaram mais unidos a partir dali, derrotando os vilões da HQ em seguida.

Obviamente eu reassisti essa obra inúmeras vezes e a sensação sempre foi a mesma, cabelos arrepiados! O engraçado é que não senti exatamente o mesmo com filme legendado, a versão dublada mantém a essência da atuação e ainda melhora de algum jeito, da mais vida e personalidade para os personagens. 

Para mim, assim como todas as obras nas quais a dublagem brasileira já trabalhou, os filmes das Marvel possuem um trabalho muito bem feito, com muito cuidado e bastante carinho. Na minha opinião, é como se a voz dos nossos dubladores combinassem mais do que com as próprias vozes dos atores, haha! 

VINGADORES & THANOS | Encontro de Dubladores

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *