DUBLADO OU LEGENDADO? EIS A QUESTÃO!

Hamlet claramente reflexivo na imagem (meme) acima é o retrato de uma discussão que parece nunca ter fim quando falamos sobre tradução para o audiovisual.  Há quem prefira dublado e há quem prefira legendado. (Sério, existe quem prefira ler um filme! Bom, gosto é gosto =D!) E há quem defenda os dois. E por que não? Esse duelo entre um e outro é tão antigo quanto o cinema mudo e a TV em preto e branco. As duas formas são ferramentas importantes e devem coexistir, sendo o público o juiz…

Leia Mais