Compartilhe:

Desde que estreou nos cinemas em 1988, vem colecionando mortes e conquistando o seu espaço com outros personagens do gênero do terror como, Jason Voorhees, Michael Myers, Freddy Krueger e Ghostface.  Dessa forma, o boneco assassino tem uma cronologia contendo 8 filmes, nos quais cada um revela um pouco dos mistérios do serial killer.

Em (1988), o filme começa com a perseguição contra o assassino em série Charles Lee Ray/ (dublagem de ) pelo detetive (dublado por Helio Ribeiro). Ao se confrontarem numa loja de brinquedos, Charles é baleado e desesperadamente faz uma espécie de encantamento no qual coloca sua alma num boneco chamado Good Guy. Em seguida, Mike vê o corpo sem vida do criminoso.

Charles Ray antes de se transformar em . Fonte: Internet

Nesse meio tempo, a trama se desenvolve quando Karen Barclay (dublada por Isis Koschdaski) dá de presente ao filho Andy (dublagem de Patrick de Oliveira) um boneco sem saber que era possuído pelo Charles. O psicopata faz diversas vítimas durante o longa e sendo derrotado pelo detetive, Karen e Andy. O estúdio responsável foi Herbert Richers.

Com o sucesso do primeiro filme o vilão ganhou uma sequência em 1990.   2 também mudou de estúdio, indo para BKS e de dubladores também. ficou responsável pela voz de Chuky tanto nesse longa quanto no próximo Da mesma forma que Angélica Santos dublou Andy Barclay.

Agora, a história mostra os traumas psicológicos deixados pelos eventos do primeiro filme para Andy e sua mãe. Posteriormente, ele é enviado para um orfanato e lá conhece Kyle (dublada por ) que mora também lá. Chuky volta a vida quando a fabricante do boneco Good Guy remodela o brinquedo e acidentalmente traz o psicopata de volta.

Oito anos se passaram e Andy dublado dessa vez por Sérgio Rufino, o mesmo que dublou o vilão Baby de Dragon Ball GT. Da mesma forma que no anterior, Chuky renasce e busca vingança contra o atual adolescente na sequência de 1991, 3 . Ele se infiltra numa academia militar em que Andy está matriculado e comete vários assassinatos com a finalidade de matar o adolescente.

Num tom diferente dos anteriores, A Noiva de Chuky (1998) apresenta elementos humorísticos, porém com a pegada de terror dos anteriores. Tudo começa com o resgate dos pedaços do boneco assassino na delegacia pela ex-namorada Valentine, dublada por Cecília Lemes.

A primeira aparição da noiva do Chucky Fonte: Internet

Por sua vez, Chucky tem a sua voz feita pelo e a trama gira dos conflitos entre os dois. Durante um desses desentendimentos, Chucky coloca a alma de numa boneca e constantemente procuram novos corpos. Contudo, precisam encontrar um amuleto que foi enterrado junto com o corpo de Charles Lee Ray.

Vale destacar que , eterno Goku e Bob Esponja, fez a dublagem de Jesse que junto com Jade (dublada por ) derrotam mais uma vez Chuky e sua esposa.

Em O Filho de Chucky (2004) mostra a história de Glen (na primeira versão dublada por Rodrigo Andreatto e na segunda com Fabrício Vila Verde) que ressuscita os pais, nada menos que Chucky e Valentine.

Além disso, o boneco assassino teve dois dubladores, o primeiro foi e para a segunda versão que está na Netflix é realizada pelo . Do mesmo modo a namorada do serial killer teve duas versões também, uma com a e a outra pela .

dublou 3 vezes o boneco. Fonte: Internet

Já no sexto filme A Maldição de Chucky (2013), a trama conta a história de (dublada por ) que perde a mãe e agora recebe a visita da sua irmã Barb (versão adulta com a voz de e criança Rita Almeida) e sua sobrinha que vem acompanhada de um boneco ruivo.

Contudo, o boneco nada mais é que o psicopata Charles Lee (dublado novamente por Nelson Machado). Ele foi enviado pelos correios pela sua namorada Tiffany (voz de ).

Desde sua chegada, Chucky começa uma série de assassinatos que aterrorizam a vizinhança. Além disso, tanto quanto Chuky possuem um passado comum e responde algumas respostas das perguntas deixadas nos primeiros filmes.

Logo depois de ter passado pelo terror, é presa e está cumprindo pena em um hospital psiquiátrico por conta dos crimes cometido pelo Chucky. No longa metragem O Culto de Chucky (2017), o brinquedo assassino (dublado por ) pretende terminar o que começou, matando a Nica (dublada pela Priscila Amorim).

O resgata um personagem que apareceu nos primeiros filmes, Andy Barclay (dublado pelo Cafi Balloussier) já adulto e a eterna companheira de Charles, Tiffany Valentine (com a voz de Sheila Dorfman).

No Brinquedo Assassino (2019) é considerada uma refilmagem do filme de 1988. Porém, não tem a presença de Charles Lee Ray no corpo do boneco. Quem volta para dublar o famoso brinquedo assassino é . Já ficou responsável pela a voz de Karen Barclay e Yago Cantatori com Andy. Outro personagem presente no primeiro filme é o Detetive com a voz de .

gravou a voz de Chucky. Fonte: Internet

Por fim, Chucky ganhou uma série e que vai estar disponível a partir do dia 27 de outubro no serviço de streaming, Star +.


Compartilhe: