Compartilhe:

Como vocês já sabem, e se não sabem eu conto agora mesmo, todo sábado, às 11 horas, teremos vídeo novo no canal Versão Dublada e eu estarei aqui para te dar um gostinho do que está por vir. Com toda a correria de lançamento não consegui contar a vocês sobre o vídeo sensacional com o ícone , que saiu no último sábado. Mas, estou aqui para me redimir e falar um pouco sobre as histórias que ele contou ao Ygor no Versão Dublada. Vem comigo!

possui um talento tão grande e é admirado por tantas pessoas, dentro e fora do universo da , que eu nem sei por onde começar. é, de fato, um excelente ator e , e deixou a sua marca como , radialista e, principalmente de . Um fenômeno nos sentidos mais puros da palavra.

Falar de Garcia Júnior é uma responsabilidade tão grande quanto a que ele carregou ao dublar ícones como Arnold Schwarzenegger, Harrison Ford, Robin Williams, Denzel Washington, Kevin Costner e tantas outras lendas que fizeram e fazem parte de produtos sensacionais. Garcia Júnior é ação, é desenho, é romance, é ficção científica. Garcia Júnior faz parte da nata da , pergunte a qualquer um.

Uma pessoa tão rica em carisma e simpatia não poderia fazer render nada menos do que um bate-papo recheado de boas histórias. Sua fala faz transparecer o comprometimento com a responsabilidade que é o trabalho de dublar. Dito isso, passamos pela direção de do filme Coringa, grande revelação de 2020 com a atuação impressionante de Joaquin Phoenix ( Helio Ribeiro).

“Isso para mim foi um presente. Pela história do filme em si. Porque eu adoro quando essas coisas acontecem, quando esses filmes entre aspas considerados azarões. Porque era um filme que Hollywood não estava nem aí pra ele. É exatamente por isso que aí nós temos paz para trabalhar”, disse Garcia Júnior ao relembrar de como foi o processo de direção do longa. E, ainda deixa um tributo ao Helio Ribeiro, com seu trabalho de excelência de atuação e dublagem em Coringa.

Sobre Helio Ribeiro: “A generosidade e a grandiosidade desse cara como ator, a entrega dele, total, absoluta, incondicional à personagem, ao filme, ao trabalho de dublagem foi uma coisa linda. Uma coisa que eu vou guardar no meu coração como um ponto muito importante da minha vida como pessoa e da minha carreira na dublagem”.

A entrevista transitou entre relatos de sua vida como e da sua forma de enxergar a própria dublagem. Garcia Júnior descreveu dublagem como uma das artes mais difíceis: “Dublagem é sincronismo. Se não tem sincronismo, então é radioteatro. Então, se tem radioteatro, não precisa de sincronismo”.

Ele sempre procurou se cercar de grandes profissionais, por isso, creio eu, fica fácil reconhecer os talentos que ele trouxe para a dublagem, como o exemplo do Cláudio Galvan, considerado por ele como um dos atores mais completos que ele conhece.

Como bônus, temos o TOP 5 de atores que ele ama dublar, o complemento da história já mencionada por Márcio Simões sobre a dublagem do icônico desenho de Tartarugas Ninjas, as expectativas para o próximo filme do fantástico espião 007 e as considerações acerca da dublagem da nova versão de O Rei Leão. Sem dúvidas um vídeo rico que vale a pena ser visto.

Hasta la vista, baby!


Compartilhe: