A grande mudança de Luke Skywalker em Os Últimos Jedi

Sem dúvidas, essa é uma das maiores polêmicas dessa nova trilogia de Star Wars, e como prometido na minha última coluna, estou aqui pra falar sobre isso.

Lembrando que esse texto obviamente terá spoilers sobre a trilogia clássica de Star Wars (1977-1983) e a trilogia sequel (2015-2019), então se você ainda não assistiu, corre lá e depois volta aqui!

Luke Skywalker (Dublador atual: Jorge Lucas) é o grande herói da trilogia clássica de Star Wars, sendo ele o responsável por destruir a estrela da morte junto com a Aliança Rebelde e derrotar o Imperador Palpatine (Dublador atual: Reinaldo Pimenta) juntamente com seu pai, Darth Vader (Dublador atual: Sérgio Fortuna).

Durantes os 3 filmes, vemos a evolução de Luke, de apenas um garoto para um grande Jedi, mesmo sem ter tido muito treinamento.

E é por isso que Star Wars: Os Últimos Jedi é um filme tão complicado, pois ele trás a difícil missão de desconstruir o herói.

Em Star Wars: O Despertar da Força, Luke está desaparecido e sendo procurado, e mais especificamente na cena final, Rey (Adriana Torres) finalmente encontra Luke em Ahch-To, local onde a Ordem Jedi nasceu, e também onde os textos dos Jedi se encontram, e entrega o sabre para ele. Essa cena com certeza deixou muita gente empolgada com o retorno do personagem, afinal foram mais de 30 anos de espera.

E em 2017, Star Wars: Os Últimos Jedi finalmente chega aos cinemas, com o retorno do personagem.

E pra decepção da grande maioria, na continuação daquela cena, Luke simplesmente joga o sabre pra trás e sai andando, algo que ninguém esperava.

E então fomos surpreendidos com uma nova abordagem do personagem, que desistiu de tudo após os eventos com Ben Solo, agora conhecido como Kylo Ren (Sérgio Cantú), exilado por conta própria, totalmente desacreditado da filosofia Jedi e dizendo que nunca mais iria treinar uma nova geração de Jedi.

E isso foi chocante, pois ele estava totalmente diferente do que nós estávamos acostumados a ver, o Luke da trilogia original não desistiu em momento algum de trazer o seu pai de volta para o lado da luz, e vê-lo daquela forma, era inacreditável.

Eu digo isso por experiência própria, eu também fiquei chocado quando eu assisti o longa pela primeira vez, e sendo totalmente sincero, eu não tinha gostado nem um pouco.

Mas depois de assistir o filme algumas vezes, eu comecei a refletir sobre aquilo e mudei a minha opinião.

Deixei o apego com aquele herói perfeito de lado, e comecei a apreciar o fato de ele ter sido abordado daquela forma, um herói que superou falhas e feridas. Isso é incrível pois, se tem algo que é muito bom, é você ver algo e poder se identificar com o personagem, e esse Luke é o exemplo perfeito pra isso.

Ninguém é perfeito, e assim como nós, ele também não é. Ele falhou com Ben Solo, como ele mesmo admitiu, mas superou o seu passado, treinando a Rey, e travando aquela batalha épica contra o Kylo Ren no final do filme.

E eu não vou nem mencionar a cena da morte dele, porque é algo que eu não superei até hoje, e da cena e daquela trilha sonora, eu já fico triste.

É claro que eu respeito a opinião de quem não gostou, eu mesmo levei um tempo pra entender o que eles quiseram passar, mas agora que eu já entendi, isso só me fez admirar e gostar mais dele, mas essa é só a minha humilde opinião.

Mas e aí, o texto te fez mudar de opinião ou pelo menos refletir sobre o assunto? Deixe nos comentários! 

Compartilhe:

Posts Relacionados

0 0 voto
Article Rating
Inscrever-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments