Ótima adaptação + Dublagem incrível = The Boys, a série que você precisa assistir

The Boys (2019) foi um choque total pra muita gente e deixou muitos nerds de queixo caído por conta da maneira que a série retrata os heróis que somos acostumados a ver, como os “bonzinhos da história”. A trama não poupa esforços em quebrar o grande clichê do herói perfeito, mostrando que esses super-humanos cometem mais erros do que um humano comum, erros bem graves.

Pra deixar tudo ainda mais impactante, a direção e o roteiro não economizaram nem um pouco no sangue e na violência em suas cenas, provando que a produção realmente não é recomendável para menores de idade e pessoas sensíveis, logo no primeiro episódio!

No entanto, ao mesmo tempo, a série não exagera nesse recurso e entrega um equilíbrio muito bom entre humor, ação e cenas explícitas. As partes mais pesadas na série não estão ali só para impressionar e assustar, mas também para passar uma mensagem ou uma crítica social, aproveitando cada segundo dessas cenas para isso.

Como se não estivesse tudo ótimo, a dublagem chega e dá mais um “tchan”. A nossa versão dublada é uma mistura de nostalgia e bizarrice! Eu mesmo nunca imaginei ouvir o relâmpago “marquinhos” e ter medo e ódio dele, visto que Marcelo Garcia que dubla o infame Capitão Pátria.

É incrível como os nossos dubladores sempre conseguem manter o tom original das obras, que no caso dessa série envolve muita insanidade e psicopatia, então presenciar esses dubladores que a gente já conhece há muito tempo em situações muito bizarras foi uma experiência muito nova e sensacional. 

Mariana Torres como Rainha Maeve, simplesmente adorei! As dubladoras da infância estão na série de um jeito que eu nunca vi e muito empoderadas inclusive, já que a série sempre coloca as heroínas em situações desconfortáveis. Outra coisa que curti bastante foi meu personagem preferido da série dublado por um dos meus dubladores preferidos, Reginaldo Primo! Eu só lembrei do Deadpool, haha.

Primo é conhecido por dublar papéis de casca grossa, então Butcher caiu como uma luva!

The Boys

TÁ, E NAS HQS?

O quadrinho de The Boys foi lançado em outubro de 2006, é escrito por Garth Ennis, ilustrado pelo Darick Robertson e publicado pela Dynamite Entertainment. A trama segue praticamente a mesma premissa da produção da Amazon Video Prime:

“Um grupo de pessoas denominado “Os Garotos (The Boys)” caçavam os super-humanos desde sempre no objetivo de os fazer pagar por seus crimes. A equipe eventualmente acabou, mas algum tempo depois voltou quando seu ex-líder convenceu um rapaz louco por vingança a ser um dos Garotos.” 

“The Boys (2019) / The Boys #1 (2006)”

Na série nós temos um equilíbrio, na HQ nós temos o cúmulo do exagero quando o objetivo é chocar visualmente. Seu escritor, Garth Ennis, é conhecido justamente por isso, satirizar a realidade e criticar a sociedade de uma forma bem, mas bem exagerada mesmo!

O negócio é que o ilustrador, Darick Robertson, acompanhou Ennis muito bem nessa viagem doida cheia de cenas que você nunca pensaria ver em uma história em quadrinho. Não é a toa que a dupla já produziu outra HQs juntos.

Os heróis são centenas de vezes mais psicopatas e birutas na obra original. É cada coisa que você vê durante a jornada do grupo que é simplesmente inacreditável e chega até dar nojo de ler em algumas partes.

Robertson não poupa detalhes na hora de ilustrar cenas viscerais e bizarras, conseguindo captar com perfeição o super exagero de Ennis. O seu traço é bem definido e o que mais gostei foi como ele desenha as expressões dos personagens, passando a emoção ou a sensação exata que o escritor quis retratar.

O equilíbrio aqui não é entre ação, humor e cenas explícitas, mas sim entre os membros da equipe criativa!

“Simon Pegg (Todo Mundo Quase Morto) / Hughie (The Boys)”

Outro ponto que me agradou e muito foi o protagonista do quadrinho, Hughie. Seu visual foi baseado no ator Simon Pegg e sua personalidade inspirada em papéis desse mesmo ator. Eu já amo os filmes em que Pegg atua e os papéis que ele pega!

Sempre aquele personagem desastrado, mas com muita sorte sabe, caiu como uma luva em The Boys! A homenagem foi tamanha que na série preferiram retratar Hughie como mais jovem, mas não deixaram Simon Pegg de lado e o chamaram para interpretar o pai do protagonista!

The Boys possui outras HQs além da principal que mostram histórias não vistas no quadrinho original. Inclusive, há até uma sendo lançada atualmente de nome “The Boys: Querida Becky”, que se passa 12 anos após os eventos da primeira HQ.

Obviamente, há muitas diferenças entres as obras, porém isso não é algo ruim! A série deu uma boa filtrada nos exageros de Ennis em coisas desnecessárias e deixou tudo bem mais alinhado e concertante.

Um exemplo é Butcher, o líder, que é bem mais violento e mostra ser mais desumano nas HQs. Além de ser interpretado pelo fera do Karl Urban, Butcher na produção da Amazon tem seu lado emocional e muitas vezes essa acaba sendo sua fraqueza, um ótimo desenvolvimento.

“Karl Urban (The Boys) / Billy Butcher (The Boys)”

Os três primeiros episódios da segunda temporada foram lançados na sexta dia 04/09 e o restante será lançado toda sexta-feira até o dia 09/10 pela Prime Vídeo. Até agora foram lançados 6 capítulos.

Só nesses primeiros cinco episódios já deu pra notar que o tom da série se aproxima cada vez mais ao da HQ, sempre nivelando o que é excessivo ou não.

“Os Garotos” estão mais maduros e mais pistolas ainda, ou seja, bem mais violência gráfica. Os 6 episódios passam que você nem vê porque eles conseguem provar que a qualidade só melhorou, com novos personagens e novos desenvolvimentos de personagens que já conhecíamos.

Outra coisa interessante é ver personagens que nunca se falaram se darem tão bem e terem coisas em comum, aumentando ainda mais o vínculo no grupo e o desenvolvimento de personalidade. 

Uma ressalva enorme para a nova “heroína” da temporada, a Tempesta, outra farsante que tomei um ódio enorme! A ilustre Flávia Saddy que a dublou, conseguindo também me fazer ficar irritado com a voz de tão boa que a interpretação ficou! E olha que eu amo a Lisa Simpson!

É claro que tem muita coisa e gente importante que ainda não apareceu na produção da Amazon mesmo em uma temporada e 6 EPs, mas pelo menos ficamos aliviados pois toda sexta lançará um novo e a terceira temporada já foi anunciada pela empresa e até o Jensen Ackles (Dean, Supernatural) vai aparecer no elenco como o “herói” Soldier Boy, uma sátira do Capitão América. Uma pena que o dublador do Dean (Reginaldo Primo) já está com outro personagem na série.

Agora tô louco pra que chegue sexta logo pra eu ver o episódio 7! O negócio tá bom demais!
E você? Já assistiu os episódios que saíram da nova temporada de The Boys? O que achou?!

Compartilhe:

Posts Relacionados

0 0 voto
Article Rating
Inscrever-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments