A SUA INFÂNCIA NO DISNEY+ PARA OS SEUS FILHOS E NETOS

Você em algum momento deve ter escutado ou reproduzido a frase: “No meu tempo era diferente”. Isso se aplica a várias coisas e em várias situações, nem sempre de forma positiva. Isso é muito utilizado como parâmetro de fatores que influenciam a vida de crianças, adolescentes e jovens como um todo.

Trazendo essa situação para o nosso mundo /, é corriqueiro alguém citar a frase do parágrafo acima em relação a desenhos, animes etc. A geração 90/00 foi muito bem servida de atrações de altíssimo nível. Da TV Manchete eu a , Do Band Kids à , era um desenho/anime melhor que o outro e aos poucos isso foi se perdendo, mudando, acabando.

O que é normal, a vida é constituída de fases, ciclos e etapas. As coisas evoluem, se modernizam, nada é eterno. Contudo, uma coisa é certa: tecnologia tá aí pra ajudar em diversas possibilidades, e com nostalgia não seria diferente.

Há algum tempo já estamos vivendo na era do digital, o acesso que antes era limitado, hoje é muito simples. Basicamente qualquer conteúdo que você deseja assistir, você consegue acesso de forma legal; por muito, pouco ou nenhuma quantia em dinheiro, sempre estará a sua disposição.

Isso, graças aos variados streamings que lotam nossos dispositivos móveis e imóveis de conteúdo. Não há como negar, que a pluralidade de serviços de streamings é tanto benéfica quanto maléfica para os assinantes, pois temos os dois lados da moeda: Por um lado, temos cada vez mais conteúdo, mais opções. Por outro lado, vamos ter que colecionar assinaturas de diferentes contas.

Recentemente, algo tem sido alvo de muita atenção: o +, serviço de streaming da gigantesca dona da , e com ela para a grande felicidade de muita gente, tivemos acesso a desenhos famosos de duas gerações atrás e que hoje são pouco conhecidos, como: , Gárgulas, Homem Aranha Clássico, Clássico, Doug, As … é MUITA coisa, hahahaha!

Do meu ponto de vista, é SENSACIONAL esse tipo de atração estar ‘retornando’ aos holofotes. Tanto do ponto de vista da dublagem quando do ponto de vista cultural. Pela dublagem é legal pois traz a tona todo o trabalho de uma galera lá de trás, e que marcou a infância de muita gente.

Do ponto de vista cultural, temos desenhos, séries que por mais que tenham o objetivo lúdico, sempre tem uma mensagem para o público. sempre foi uma saga que trabalha com aceitação de diferenças, Doug em tese é um precursor do ‘Chris’, no qual, o garoto lida com problemas na escola, sendo jovem, tendo que lidar com valentões, primeiro amor, ir bem nos estudos, lidar com a pressão de ser popular.

Tanto o quanto as trabalham muito bem esse conceito de responsabilidade quando você tem poderes. No caso, pro mundo real, como ninguém tem poderes, isso se aplica em ter responsabilidades sobre suas atitudes e como as mesmas influenciam nas vidas das pessoas a sua volta.

Já ouviu o ditado, quer conhecer o Homem, de poder a ele. É tipo isso, rs.

Sabe, acho que a geração atual está carente desse tipo de visão, o entretenimento precisa ter esse cunho pedagógico, digamos. Com certeza, muitas pessoas da minha geração se identificaram com os protagonistas citados anteriormente e tiraram lições dos episódios, pra aprender a lidar com as mesma situação no mundo real.

Agora, indo para a realidade. Tudo isso que eu acabei de falar poderiam já está sendo colocado em prática, mas ainda não é possível. O motivo? Os clássicos ainda não foram adicionados no catálogo.

Confira o vídeo do no canal falando mais sobre a ausência dos desenhos clássicos.

A acertou em cheio em trazer esse conteúdo dotado de tanta nostalgia, mas que pode agregar muito sócio culturalmente falando. Resta saber quando que os títulos que eu citei entrará no catálogo, me faltam informações, mas é certo que isso será maravilhoso.

Compartilhe:

Posts Relacionados

0 0 voto
Article Rating
Inscrever-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments